Skip to content

Por que devo falar?

23 de maio de 2012

Durante dez anos da minha vida (mais ou menos), não falei uma só palavra sobre  o abuso sexual que sofri (o primeiro). Medo, vergonha, etc.

Hoje penso diferente.

Aí você me pergunta, querid@ leitor(a), por que deve falar sobre uma coisa tão dolorosa e que, talvez, não vá dar em nada?

Em primeiro lugar, porque você merece ser ouvido.Você merece contar a sua história. Não importa se é para a polícia, para a sua mãe, para o seu melhor amigo, para @ psicólog@/psiquiatra. Você merece falar.

Quando a gente fala, a gente deixa de carregar o peso sozinho. A gente solta uma parte da nossa carga. Acredite, a gente fica mais leve.

Você deve falar para curar. A palavra tem esse poder de cura.

Demora para admitirmos que sofremos uma violência. Demora para conseguirmos largar a culpa, a vergonha, a tristeza. Demora para levantarmos do lugar escuro para o qual somos arremessados. Mas a gente merece que se jogue luz nesse abismo solitário.

Você deve falar  porque dizer “sobrevivi a um abuso” nos fortalece. É verdade. Prometo. Você coloca a culpa, a vergonha em quem merece – no abusasdor.

Você deve falar porque isso vai abrir um caminho para você encontrar a sua felicidade.

Segundo Jung, todos nós temos um lado escuro, um lado sombrio, um lugar onde guardamos, onde escondemos aquela parte que não queremos que ninguém conheça. Aquela parte que temos vergonha, aquela parte que gostaríamos que não nos pertencesse.

Não devemos esconder esse lado. Somente abraçando-o é que conseguiremos ser seres completos.

É difícil reviver o nosso pior pesadelo. Machuca, corta por dentro, é sofrido, mas é necessário.

É necessário para encontrarmos a felicidade, para sermos quem podemos ser apesar de tudo o que nos aconteceu.

A gente deve falar porque a gente merece ser feliz!

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Anônimo permalink
    24 de maio de 2012 5:53

    Seguindo seu convite no blog da Lola, vim aqui conhecer o seu blog e me deparei com esse post, que quase parece uma resposta às perguntas que fiz lá. Entendo melhor o espaço que ela abre para vítimas e o efeito importante que isso pode ter na vítima. Apenas buscava um motivo do ponto de vista da sociedade, pensando como um depoimento poderia contribuir para melhorarmos esta onde vivemos, e não do ponto de vista do indivíduo. É claro que enquanto as vítimas não denunciarem, será difícil sair do lugar. E talvez o desabafo seja o primeiro passo para que isso aconteça. Obrigada pela resposta e pelo convite. Quando tiver mais tempo vou ler outros posts do seu blog.
    Christina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: