Skip to content

Meus Ídolos Estão Vivos – Um Desabafo

27 de junho de 2012

Tenho vários ídolos. Vários. Pessoas famosas como a Mariska Hargitay e pessoas anônimas que trabalham, estudam, têm filhos, cônjuges e lutam. Lutam por um mundo melhor, com menos violência, menos dificuldades. Num mundo conturbado como o nosso, essas pessoas dedicam momentos preciosos para ajudar pessoas que sofreram violência.

São pessoas como eu e você. Algumas já sofreram a violência na pele, outras não. Algumas trabalham diariamente com isso, vivendo a violência no dia a dia, no rosto das pessoas que buscam a ajuda.

Como está escrito no post de ontem, é um fardo, um peso que cada um de nós carrega, na esperança de melhorar para a próxima geração.

Mas vou dizer, nem sempre é fácil.

Tem dias em que leio depoimentos, vejo vídeos, fotos, coisas que me marcam, coisas que me fazem chorar.

Às vezes me pergunto o porquê de estar fazendo isso. Se o que eu faço faz diferença ou se é inútil num mundo em que a violência e a dor parecem prevalecer.

E aí recebo uma resposta. Algo como o texto de ontem, da Mariska Hargitay. Algo que me lembra que posso ser só uma gota, mas que uma gota faz a diferença.

Que se mais gente se unir, mais forte ficaremos.

Eu não “preciso” deste blog. Explico: este blog é algo que faço e que não me dá retorno. Não recebo um centavo por ele. Aliás, pago uma taxa anual para o WordPress deixar o endereço bonitinho. Não coloco propagandas, divulgo apenas o que conheço e acredito, não ganho nada por isso.

E tem dias que o tráfego de pessoas é zero. Zero. Tem dias em que nem a minha mãe entra aqui.

Então por que eu faço? Porque eu acredito que isso pode fazer diferença para uma pessoa um dia.

E fazendo diferença para uma só pessoa, já vale a pena.

E é por isso que continuo escrevendo. É por isso que busco chegar a um post por dia, 7 dias na semana. Sei que ainda não cheguei nessa meta, mas vou tentando.

E busco a minha inspiração nesses ídolos de carne e osso. Que estão vivos e lutam por um mundo mais justo.

E recebo inspiração, muitas vezes, de anônimos que comentam ou mandam emails e validam a existência deste blog.

As lágrimas e o suor continuam. A luta também.

Desistir não deve ser uma opção.

Beijos.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: